segunda-feira, 29 de junho de 2009


"Parou. O silencio percorreu onde as garotas estavam. Dali, só dava para sentir as batidas e a vibração da música da festa. Era como se o chão pulsasse.
- O que foi?
- Viu? Não aconteceu absolutamente nada!
- Espera... – um segundo – você escutou?
Agora sim ela podia ouvir.
Passos. Passos que vinham aumentando com a velocidade. Passos que faziam barulho, se arrastando pelo chão.
Sabrina estremeceu, imaginando que só poderia ser uma brincadeira. Pelo menos era o que torcia para ser. Ficou totalmente gelada no local. Não movia nem mesmo as mãos.
Com o passar dos instantes, perceberam que os tais passos aumentaram ainda mais e vinham em sua direção; juntamente com uma sombra. Uma sombra longínqua e que parou onde elas estavam fazendo Sabrina esboçar um grito de terror... "


Do meu filho mais novo, "Mensagem aos Mortos".

3 comentário:

Mariany, Cássio. disse...

já disse que você escreve bem pra caralho?

Knife Party disse...

Oi oi oi!

É trecho de livro?
Beijos.

Tiêgo Alencar disse...

Nossa, gamei *-*
É um livro? Eu leria!
Lembranças :)

Postar um comentário